12/01/2012

H. G. Wells

Na década de 1890, Wells publicou uma série de histórias de FC que fez dele talvez o melhor escritor de FC conhecido de todos os tempos. A Máquina do Tempo, em 1895 foi uma novela de viajar no tempo como um método para explorar as mudanças sociais e os medos sociais da época. A lenta evolução da raça humana foi aparentemente inspirada por Charles Darwin em A Origem das Espécies. Em A Ilha do Doutor Moreau (1896), Wells novamente abordou um tema da atualidade, como a noção de direitos dos animais estava surgindo. Ao invés de apresentar-nos com fantásticas criaturas puramente falando, Wells vez nos deu um médico que experimentamos em seres humanos criando humano / animal híbrido. É um tema que ainda ressoa hoje.

Figura: A Máquina do Tempo. Fonte: outracoisa.com.br

Em 1897 O Homem Invisível dá uma base científica para a invisibilidade da personagem central. A ideia é que, alterando o índice de refração de um corpo para que o ar, ele se tornará invisível. Mais interessante ainda é a exploração bem quanto ao efeito que isso teria em uma psique humana. A invasão alienígena é o tema de A Guerra dos Mundos (1898). Ao contrário de filmes modernos, a solução não envolve explosões. Ao contrário, um vírus simples traz os estrangeiros a seus joelhos.
Acorda Dorminhoco (1899) é a obra menos conhecida de HG Wells. É a história sobre um homem que dorme durante dois séculos e desperta como o homem mais rico do mundo. Mas Londres mudou radicalmente enquanto ele dormia. Wells, na verdade reescreveu a história de forma substancial e republicada como as vigílias Sleeper em 1910. 

Blogs

Postagens Populares

Entre em Forma