28/10/2011

Convenção dos Direitos e Deveres dos Intelectuais Acadêmicos


1. Cada acadêmico tem o dever de buscar a verdade, e tem o direito de ensinar. 
2. Cada acadêmico tem o direito e o dever de perguntar alguma coisa que lhe interessa, percebe que ele faz de uma maneira racional. 
3. Cada acadêmico tem o direito de errar, e o dever de corrigir a notá-los. 
4. Cada acadêmico tem o dever de expor publicamente o engano. 
5. Cada acadêmico tem o dever de expressar da forma mais clara possível. 
6. Cada acadêmico tem o direito de discutir qualquer visão não ortodoxa que lhe interessa desde que essas opiniões são claras o suficiente para ser discutido racionalmente. 
7. Nenhum acadêmico tem o direito de apresentar como verdadeiras, aquelas ideias que ele não pode justificar, em termos de razão e experiência. 
8. Ninguém tem o direito de exercer conscientemente em qualquer setor acadêmico. 
9. Cada faculdade tem o dever de adoptar e aplicar normas mais rigorosas de bolsas de estudo e de aprendizagem conhecido. 
10. Cada faculdade tem o dever de ser intolerante tanto no balcão e à cultura da falsificação. 

Fonte: Trecho extraído de: Bunge, Mario; charlatanismo na Academia, Anais da New York Academy of Sciences, Volume 775, O Voo da Ciência e da Razão, pp. 110-111, New York, NY, 1996).

Blogs

Postagens Populares

Entre em Forma